Menu

Últimas notícias.

Um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) para investigar as responsabilidades trabalhistas sobre a morte do operário Getúlio Rios Silva, de 31 anos, que sofreu uma descarga elétrica durante a instalação de um letreiro, na sede da Prefeitura de Araci, na região sisaleira da Bahia. Getúlio Rios morreu no local. O MPT informou que o relatório do Departamento de Polícia Técnica e informações colhidas pela Polícia Civil serão solicitadas, assim como uma perícia da auditoria fiscal do trabalho para compor o inquérito.

prefeitura-de-araci

O que diz a prefeitura sobre acidente com descarga elétrica

A Prefeitura de Araci informou ao G1 Bahia que lamenta a morte de Getúlio Rios e explicou que ele prestava serviços terceirizados no prédio. “Assim que o acidente foi reportado, o Samu foi acionado imediatamente, e prontamente se deslocou para o local e logo foi constatado que ele não apresentava mais sinais vitais. Apesar dos esforços da equipe com as tentativas de reanimação, não foi possível reverter, sendo constatado o óbito ainda no local”, disse também em nota. A prefeitura afirmou ainda que todas as medidas cabíveis foram tomadas, incluindo o acionamento da Polícia Civil, do Departamento de Polícia Técnica e do Corpo de Bombeiros para a realização da perícia e a remoção do corpo do prédio.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.