Menu

Últimas notícias.

O Governo do Estado da Bahia lançou uma nova estratégia no combate à dengue: o uso de drones para identificar focos do mosquito Aedes aegypti em áreas de difícil acesso. Em parceria com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) e o Corpo de Bombeiros, a operação teve início esta semana nos bairros de Piripá e Jacaraci, no sudoeste baiano. As imagens capturadas pelos drones são analisadas pelos agentes de endemias, que conseguem identificar locais com acúmulo de água parada e possíveis criadouros do mosquito. Isso torna a ação das equipes mais eficaz, facilitando o combate à proliferação do Aedes aegypti e, consequentemente, das doenças por ele transmitidas, como dengue, zika e chikungunya. Nas próximas etapas da operação, as cidades de Ibiassucê, Mortugaba e Barra do Choça também serão alvo do uso dos drones, reforçando as medidas de controle e prevenção da doença. A secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, destaca a importância desse esforço conjunto para enfrentar o aumento de casos nos municípios baianos. Além do uso de drones, o combate ao Aedes aegypti tem sido intensificado em diversas regiões do Estado, com a distribuição de larvicidas, equipamentos e carros fumacês para reforçar os trabalhos dos municípios. Ações como aquisição de novos carros fumacês, distribuição de kits para os agentes de combate às endemias e mutirões de limpeza têm sido realizadas. No entanto, a secretária destaca a importância da participação da população nessa luta, pois mais de 80% dos focos do Aedes aegypti são encontrados em residências. Portanto, é fundamental que todos se engajem na eliminação de criadouros e na prevenção dessas doenças.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.