Menu

Últimas notícias.

O médico ginecologista Elziro Gonçalves de Oliveira, de 71 anos, foi indiciado por importunação sexual pelo Ministério Público (MP). Ele foi denunciado por 16 pacientes por crime sexual em 2023. Sete denúncias foram feitas ao Conselho Regional de Medicina (Cremeb). Em nota, a Polícia Civil informa que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Brotas) encaminhou 13 inquéritos à justiça entre os dias 22 de janeiro e sete de fevereiro. O médico foi indiciado em seis processos e outros sete estavam prescritos. Outros três procedimentos ainda estão sendo apurados pela unidade. Sete denúncias também foram feitas ao Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb). Segundo informações da TV Bahia, três denúncias foram arquivadas e quatro estão sendo apuradas pelo órgão. O Cremeb instalou um processo ético-profissional para investigar a conduta do médico. Ele tem o prazo de até 30 dias para apresentar a sua defesa. Em nota enviada à TV Bahia, a defesa do médico negou as acusações e afirmou que Elziro “permanece a disposição das autoridades, firme no propósito de recuperar a sua honra”.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.