Livramento Hoje
Médico que matou colega de profissão tem prisão preventiva decretada
Médico que matou colega de profissão tem prisão preventiva decretada

Foto: Reprodução | Redes Sociais
28.Jul.2021 // 07:00

O médico Geraldo Freitas Júnior, que é apontado como autor do colega de profissão Andrade Lopes Santana, de 32 anos, na Bahia, teve a prisão preventiva decretada na terça-feira (27). A informação foi confirmada pelo coordenador regional de polícia de Feira de Santana, responsável pelo caso, delegado Roberto Leal. No dia 7 de julho, a polícia informou que as investigações dão conta de que o suspeito agiu sozinho. Ao portal G1, o delegado Roberto leal informou que a motivação do crime ainda não foi esclarecida, mas há provas suficientes que mostram que o crime foi cometido por Geraldo. Andrade Santana foi encontrado morto no dia 28 de junho, no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos. Ele estava preso a uma âncora. Geraldo Junior segue preso no Conjunto Penal de Feira de Santana. A prisão temporária do suspeito foi decretada em 28 de maio e prorrogada por mais 30 dias no dia 28 de junho.